Capa / Mundo Piscina / Tratamento de Piscina / A importância do controle do ph da piscina

A importância do controle do ph da piscina

Estojo de medição de pH da piscinaTodo mundo que cuida de piscinas já ouviu falar de uma coisa que chama-se “ph“.

Vamos esclarecer ao longo desse artigo, o motivo pelo qual ele é tão falado e principalmente as características que fazem desta sigla um parâmetro tão importante no tratamento de piscinas.

O pH na verdade pode ser definido como a acidez de determinada substância.

Como tratamos de piscinas, o pH da piscina é na verdade a acidez da água da piscina.

Vamos lá, para você que nunca ouviu nem esta sigla, vamos começar do início…

O que é pH?

A sigla pH significa “Potencial Hidrogeniônico“. Em outras palavras, é o poder de concentração de íons H+ em determinada substância, que no nosso caso será a água da piscina.

Resumindo, é a medição da quantidade de íons de Hidrogênio dispersos na água, o que na verdade, determina se a água está ácida, está neutra ou está alcalina (básica).

Qual a importância do pH da piscina?

O controle do pH da água da piscina, ou sua acidez, é primordial não só para a qualidade da água mas também para a durabilidade da piscina e de seus equipamentos como um todo.

Podemos citar vários motivos para se verificar e corrigir o pH da piscina.

  • Em primeiro lugar, os produtos químicos para tratamento da piscina caso sejam utilizados em uma piscina com água muito ácida, ou seja, pH menor que 7, vão apresentar resultados ineficientes, pois eles são feitos para serem usados em água com pH entre 7.2 e 7.6, ou seja, levemente alcalina.
  • Caso o pH esteja baixo, os banhistas sofrerão com irritações nos olhos, pele e mucosas e as partes metálicas dos equipamentos da piscina serão danificados devido ao processo de corrosão da água.
  • Caso a água esteja muito alcalina (básica), os produtos de desinfecção da água terão sua eficácia diretamente comprometida, a água da piscina se tornará turva facilmente e inicia-se, ao invés de processos de corrosão, processos de formação de calcário nas tubulações e equipamentos.
  • Como se não bastasse os usuários da piscina também irão sofrer irritações nos olhos, pele e mucosas.

O pH ideal é 7.2! É um valor próximo ao pH da lágrima de nossos olhos, justamente para não irritar a vista dos banhistas.

Como alterar o pH da piscina? Aprenda a corrigir o pH da sua piscina!

Hoje qualquer loja de piscinas tem os produtos necessários para medir e corrigir o pH da água de piscinas. Para medição usa-se estojos de teste que geralmente vêm com uma parte medidora de Cloro disponível e outra parte medidora de “pH“.

Medir o pH da piscinaSeguindo as instruções do estojo de teste você fará a medição e caso a água esteja ácida você irá adicionar pH+, que normalmente tem como principal ingrediente o “Carbonato de Sódio”, um pó branco que tem como finalidade aumentar o pH da água fornecendo “Íons Carbonato”.

Caso a água esteja alcalina iremos adicionar um “diminuidor de pH” que na maioria das vezes tem como ingrediente principal o “Ácido Muriático” que diminui o pH da água fornecendo “Íons H+”.

É interessante manter o pH da água sempre no nível correto para assegurar uma boa durabilidade da piscina como um todo e também a segurança dos banhistas.

MAS ATENÇÃO!

Se o pH de sua piscina está variando demais, é sinal de que a alcalinidade está desregulada! Confira nosso artigo sobre a importância do controle da alcalinidade da piscina para saber como regular corretamente a alcalinidade da água da piscina e não ter mais problemas com excesso de alterações no pH!

É isso pessoal! Esperamos que tenham gostado do artigo! Adicione nosso site aos seus favoritos e se quiser passar a palavra adiante, compartilhe nas redes sociais! Grande abraço!

Receba grátis dicas imperdíveis para cuidar bem de sua piscina!

Sobre Rafael Lacerda

Rafael Lacerda é técnico em Biotecnologia, trabalhou com piscinas mais de 12 anos e compartilha o que aprendeu aqui no blog da Sistema Manutenções. Atualmente trabalha com criação de sites e produção de conteúdo para micro e pequenas empresas na Agência Sete Clave. Se você tem alguma dúvida com relação à piscinas, deixe na sessão de comentários do site que em breve será respondida. Se você gostou deste site e quer criar um site para você ou sua empresa, fale com o Rafael.

77 comentários

  1. Por gentileza, gostaria de saber qual é a interferência da chuva e do recompletamento do nível da piscina com água tratada da Cedae (concessionária do RJ) nos parâmetros de tratamento da água? Noto que quando completo o nível a água perde um pouco a transparência.

  2. Paulo Henrique Moreira Magalhães

    Boa tarde!

    Não sei se já fizeram esta pergunta anteriormente: se o pH estiver dentro do recomendado, eu preciso fazer aplicação semanal de sulfato e barrilha? Ou somente quando houver muita sujeira para decantar.
    Normalmente eu já utilizo diariamente o cloro, semanalmente o algicida, e sempre que necessário o clarificante.

    Aguardo retorno e obrigado!

  3. Olá! Li sobre a super cloração, gostaria de saber se assim que aplico o cloro na piscina posso jogar também o decantador para que os dois produtos trabalhem juntos. ou se preciso primeiro deixar a supercloração agir para depois de 12h fazer a decantação?
    Também gostaria de saber o que é mais normal, seria o ph da piscina esta alto ou baixo quando a piscina tem algas?

    Obrigada

    Aline Mascarenhas

    • Olá Aline! Recomendo que dê uma lida em nosso texto onde falamos sobre a Decantação na piscina. Nele citamos que é interessante manter o nível de cloro um pouco mais alto quando se pretende decantar a piscina, pois o efeito oxidante do cloro age de forma positiva fazendo com que a sujeira desça mais facilmente.
      Conforme disse no texto supracitado, não é recomendado usá-los ao mesmo tempo, mas antes de colocar o decantador, é bom deixar o cloro ligeiramente acima de 2ppm ok? Grande abraço e volte sempre!

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>