sexta-feira , 18 abril 2014
Destaque:
Capa / Mundo Piscina / Tratamento de Piscina / Qual cloro você deve escolher para sua piscina?

Qual cloro você deve escolher para sua piscina?

Chegou a hora de clorar sua piscina. Você sabe que a água precisa ser clorada para matar as algas e bactérias que causam doenças.

Já regulou a alcalinidade da piscina e também conferiu o pH da água.

Tudo bem, mas e todo esse palavrório de “cloro orgânico“, “cloro inorgânico“, “cloro estabilizado” o que quer dizer? É preciso fazer um curso de química para entender tudo isso?

Claro que não!

Queremos, com este artigo, que você tenha mais tranquilidade e saiba qual cloro escolher para clorar sua piscina.

Primeiro, vamos separar o que é jargão puramente publicitário, que não quer dizer nada, daquilo que significa uma diferença real:

Cloro atômico

Molécula de cloro
O átomo de cloro é um elemento químico (Cl) da família dos halogênios.

Ele não é encontrado em estado livre na natureza.

O cloro está sempre combinado com outros átomos de cloro (Cl2) ou de outros elementos.

Em sua forma combinada ele forma substâncias químicas como NaCl (cloreto de sódio), KCl (cloreto de potássio) e etc.

Na forma de cloreto, o cloro forma sais e não tem nenhum poder desinfetante!

Cloro molecular (ou cloro gás)

A molécula de cloro é gasosa (Cl2) e foi descoberta em 1774 por Karl W. Scheele, químico sueco, quando aqueceu óxido de manganês em ácido clorídrico.

Durante algum tempo ele foi conhecido como “gás de Scheele”, deu muito trabalho a grandes químicos como Bertholet, Lavoisier, Gay-Lussac, Berzelius, Therrard, quanto à sua composição, até que em 1810, Davy comprovou que se tratava de uma substância formada por um único elemento químico, o mesmo que no ácido clorídrico estava combinado com o Hidrogênio (HCl).

Gás de cloroDavy propôs o nome de cloro, a partir do grego (verde, verde amarelado ou amarelo esverdeado) que descrevia a cor do gás em questão.

Scheele já observara que o gás cloro era solúvel em água, que tinha um efeito branqueador permanente em papel, vegetais, flores e que reagia com metais e óxidos metálicos.

Essas foram as aplicações do produto até o início do século XX quando passou a ser utilizado também para desinfecção de água potável.

O cloro (gás), em reação com a água, produz o ácido hipocloroso – o verdadeiro oxidante e desinfetante que é útil em piscinas.

Quimicamente, esta é a substância química cloro, uma molécula formada por dois átomos de Cloro (Cl – Cl), da mesma forma que temos a substância química oxigênio (O2), formada por dois átomos de Oxigênio e, ainda, o hidrogênio (H2).

Posteriormente, descobriram-se ou desenvolveram-se outras substâncias que podiam reagir com a água e também dar origem ao mesmo ácido hipocloroso que o cloro gás produz. Essas substâncias passaram a ser chamadas, impropriamente, de “cloro líquido”, “cloro em pó”, “cloro granulado”, pois tinham a capacidade de substituir o cloro gás em seus diversos usos.

Isso explica porque, embora só o Cl2 (gás) seja o verdadeiro cloro, outros produtos que dão origem ao ácido hipocloroso em reação com a água são comumente conhecidos no comércio como “cloros”.

Cloro orgânico e inorgânico

Cloro orgânicoA Química divide as substâncias em inorgânicas, aquelas que são formadas por elementos do reino mineral, como compostos de ferro, zinco, manganês (como óxidos, sulfatos, carbonatos), e as orgânicas, formadas pela combinação de carbono com hidrogênio, nitrogênio, enxofre e fósforo, que, acreditava-se no passado, eram exclusivas dos seres vivos (isto é, formavam as células dos órgãos de animais e vegetais).

Temos como exemplos de produtos orgânicos o álcool, a amônia, o ácido acético, a acetona, o éter e vários outros…

Sob este aspecto da Química classificaríamos o cloro gás, o hipoclorito de sódio e o hipoclorito de cálcio como cloros inorgânicos e o dicloro (dicloro isocianurato de sódio) e tricloro (tricloro-s-triazina-triona) como cloros orgânicos, o que, por si só, não quer dizer nada, isto é, continuam reagindo como cloro na formação do ácido hipocloroso e nada mais.

Aqui parece-nos que a principal idéia por trás desta classificação se prende mais ao apelo parasitário de marketing, isto é, ´pegar carona` na onda do produto orgânico, tão em pauta atualmente (agricultura orgânica, medicamentos naturais – orgânicos), ou na onda verde (ecologicamente correto), o que, na verdade, está mais para propaganda enganosa, já que estamos falando de cloro, que, apesar de desinfetar a água, preservar a saúde e salvar vidas, sob qualquer ponto de vista, é um produto químico oxidante e perigoso para a saúde!

Cloro estabilizado e cloro comum

Agora a coisa muda de figura.

Cloro estabilizado tem um significado importante porque descreve o produto que libera, em reação com a água, o composto desinfetante ácido hipocloroso, e também o ácido isocianúrico, um estabilizante do cloro, propriedade que os “cloros comuns” não têm.

A importância da estabilização do cloro

Cloro estabilizadoA água de uma piscina pode perder mais de 90% de todo seu residual de cloro em apenas 3 horas de sol. Isso quer dizer que você pode colocar cloro comum em sua piscina achando que ela vai permanecer protegida contra contaminações e depois de algumas horas ela (e todos seus usuários) estarão desprotegidos.

Quando o estabilizante de cloro (ácido isocianúrico ou tri-hidroxi-s-triazina) está presente – com apenas 50 partes por milhão – numa água exposta ao sol, a decomposição do residual de cloro livre causada pela luz ultravioleta do sol é reduzida em 70% ou mais.

Por isso faz sentido estabilizar a piscina com o estabilizante de cloro no início do tratamento (com 50 ppm) e utilizar um cloro estabilizado para fazer a cloração diária.

Desta forma a reposição do estabilizante na água – perdido junto com a água de retrolavagens, transbordamentos, carregada no corpo por banhistas – é feita automaticamente e a estabilização é mantida por todo tempo.

Além da segurança sanitária de manter a presença do cloro na água o dia todo, utilizando cloros estabilizados você terá economia de cloro, de corretivos para equilibrar o pH e a alcalinidade e da mão de obra envolvida.

Cloração contínua automática

Outra vantagem do cloro estabilizado em tablete. As propriedades físico-químicas dos tabletes de cloro estabilizado permitem sua utilização em cloradores mecânicos automáticos, sem qualquer uso de energia elétrica, para clorar piscinas de duas formas interessantes:

Cloradores flutuantes

Clorador flutuanteOs tabletes são colocados dentro do clorador e o mesmo é posto para flutuar na piscina.

A água penetra em seu interior pelos orifícios submersos, dissolve lentamente os tabletes de cloro e difunde sua solução por toda a piscina, num processo continuamente renovado que a mantém clorada o tempo todo.

Nós recomendamos fortemente a utilização de cloradores flutuantes em sua piscina. É uma dica para manter sua piscina cristalina e saudável o ano todo!

Os banhistas ficam protegidos do contato com o cloro porque a câmara que contém os tabletes é toda fechada em sua parte aérea.

Conforme o modelo de clorador flutuante é possível obter-se de 1 semana a até meses de cloração contínua automática com apenas uma carga de tabletes de cloro estabilizado em piscinas residenciais com até 100.000 litros de água.

Dosadores de cloro

Dosador de cloroOs dosadores em linha são instalados como parte da tubulação por onde a água circula antes de retornar para a piscina, após o filtro (e aquecedor, se houver), longe dos olhos e alcance dos banhistas.

Os tabletes de cloro são colocados dentro do clorador, que em seguida é fechado por uma tampa, e, quando a motobomba é ligada, a água, circulando em seu interior, vai dissolvendo lentamente os tabletes e voltando clorada para a piscina.

A continuidade do processo mantém toda a piscina clorada automaticamente.

Os dosadores em linha são adequados para cloração de piscinas tanto residenciais como coletivas com até 1.000.000 de litros, mas também múltiplas unidades podem ser combinadas para clorar piscinas ainda maiores.

Controle da cloração

Qualquer que seja o tipo de aplicação do cloro, manual ou automático, o controle da cloração precisa ser diário. Deve-se fazer análise diária da água, ou até de hora em hora em piscinas coletivas muito utilizadas, e tomar as medidas corretivas sempre que necessárias para manter o residual de cloro livre sempre entre 2 e 4 ppm.

Essas medidas podem ser:

-adicionar mais cloro imediatamente;
-aumentar a dosagem na próxima adição;
-regular o clorador para liberar quantidade maior de cloro ou aumentar a dosagem na próxima recarga do clorador e etc.

Quanto a mais custa o cloro estabilizado?

Por incrível que pareça, o cloro estabilizado granulado hoje em dia custa praticamente o mesmo preço que o cloro granulado não estabilizado.

Quer dizer que, fazendo-se a conta quilo por quilo, o cloro estabilizado é sempre mais econômico do que o cloro comum.

Consulte a diferença no seu revendedor de produtos para piscinas.

Enfim, como você pode ver, os cloros estabilizados, pela economia, segurança e sistemas de dosagem que oferecem, constituem-se atualmente na opção mais moderna e inteligente para cloração de águas de piscinas.

Ameaças ao poder desinfetante do cloro

Algas e bactérias mortos somam-se às impurezas químicas (orgânicas) já mencionadas e esse conjunto, se acumulado na água, passa a lhe transmitir aspecto desagradável como viscosidade, opacidade, e a atrapalhar o processo de desinfecção, servindo de alimento para novos microorganismos.

Confira nosso pequeno artigo sobre fatores que prejudicam a limpeza da piscina.

Cloro de piscinaOutras impurezas químicas, aquelas que contêm nitrogênio de origem amoniacal (orgânico ou inorgânico), como suor, urina, aminoácidos, sais de amônio, entre outros, reagem com o cloro livre, consumindo-o, e dando formação ao cloro combinado, que, para efeitos práticos, não tem poder desinfetante em águas de piscinas.

Porém, o cloro combinado, também chamado de cloramina, tem cheiro forte “de cloro”, é irritante aos olhos e mucosas dos usuários e, em geral, é interpretado pelos banhistas como “excesso de cloro na água”.

É aqui que se forma a grande confusão: cloro livre não tem cheiro, mesmo em residuais de 20 ppm; cloro combinado exala cheiro forte e irritante a partir de 0,1 ou 0,2 ppm.

Não há possibilidade de impedir a formação de cloro combinado, porque a manutenção de residual de cloro livre é necessária e obrigatória; o uso da água por banhistas – que contribuem com a maior parte do material amoniacal – é o objetivo e finalidade da piscina; mesmo sem uso, a água recebe continuamente outros contaminantes através do ar, ventos, chuvas e da água de reposição.

Também já falamos detalhadamente em um outro artigo como resolver o problema do cheiro forte de cloro na psicina. Não deixe de conferir!

Qual cloro escolher afinal

E agora? Já sabe qual cloro escolher para sua piscina? Qualquer dúvida que tenha ficado, deixe nos comentários pra gente ok?

Esperamos que tenham gostado da explicação de cada tipo de cloro e que agora você possa escolher melhor o cloro para sua piscina!

Adicione nosso site em seus favoritos e se quiser passar a palavra adiante, compartilhe nas redes sociais usando os botões abaixo!

Grande abraço e até a próxima!

Sobre Rafael Lacerda

Rafael Lacerda é técnico em Biotecnologia, trabalhou com piscinas mais de 12 anos e compartilha o que aprendeu aqui no blog da Sistema Manutenções. Atualmente trabalha com criação de sites para micro e pequenas empresas na Agência Sete Clave. Se você tem alguma dúvida com relação a piscinas, deixe na sessão de comentários do site que em breve será respondida. Se você gostou deste site e quer criar um site para você ou sua empresa, fale com o Rafael.

43 comentários

  1. O cloro orgânico( dicloro..) é estabilizado? Ele não é menos volátil que o hipoclorito?

  2. cloradores flutuantes mancham bordas de piscina de vinil? qual melhor marca existente no mercado? obrigada

    • Olá Michele! Obrigado pelo contato!
      Sua pergunta é interessante e bastante recorrente. Todas as empresas que fabricam piscinas de vinil e a maioria das que fabricam piscinas de fibra dizem que os cloradores flutuantes MANCHAM SIM as bordas das piscinas, tanto as de vinil quanto as de fibra.
      Entretanto, temos mais de 20 anos de experiência e pelo que vivemos não é bem assim.
      O que acontece na verdade é que SE o flutuador ficar parado num mesmo lugar na lateral da piscina, ele pode sim manchar a piscina. Porém geralmente o vento, mesmo que sopre para um mesmo lado, meche o flutuador durante todo o dia, impossibilitando-o de ficar parado num mesmo lugar.
      Para as pessoas que ainda acreditam que é possível sim aparecer uma mancha devido à utilização de cloradores flutuantes, temos a seguinte solução: amarrar o flutuador com duas linhas, e amarrar cada linha desta em um canto da piscina, de forma que o flutuador seja mantido na região central da piscina. Esse sistema deve ser retirado quando for utilizar a piscina ok?
      Bom, é isso aí, se tiver ficado mais alguma dúvida, não deixe de nos avisar ok? Estamos à disposição!

  3. Boa Noite

    Voce disse que o que importa e o cloro ser estabilizado.
    Mas apesar de nao importar muito qual o melhor cloro o organico ou o inorganico, ate mesmo quanto ao rendimento qual seria o melhor. E quanto a quantidade de cloro ativo quanto mais melhor o cloro?

    • Boa noite Marcelo!
      Com relação ao rendimento do cloro, é interessante perceber que são muitas variáveis… Existem vários produtos que são vendidos como sendo um “balde de cloro” porém são todos diferentes entre si. Isso porque existem vários compostos clorados que são utilizados para desinfetar piscinas e o mercado denomina todos eles simplesmente de “cloro”.
      Limitando-se ao rendimento, a quantidade de cloro ativo é que vai determinar a qualidade de determinado cloro.
      O mercado brasileiro se apega muito a jargões publicitários e acaba sendo muito malicioso nesta questão.
      O que acontece na realidade é que a maioria das marcas que vendem cloro têm uma “linha econômica”, que normalmente tem até 60% de cloro ativo, e uma “linha premium” que normalmente tem mais de 65% de cloro ativo.
      Daí inclusive a diferença de preço entre eles…
      Agradecemos seu contato e qualquer dúvida, deixe nos comentários pra gente ok? Grande abraço!

  4. Luiz Carlos Pereira

    Boa noite!

    Para desinfeccão e controle do Ph, em um sistema de captacão de água da chuva, coletada através de calhas e armazenada em bombonas de 200 litros. Qual o produto ideal?

    Obs: A água será utilizada para a rega de horta, e limpeza em geral.

    Obrigado.

    • Olá Luiz Carlos! Obrigado pelo contato!

      Pode-se utilizar elevadores de pH utilizados em piscina, como o carbonato de sódio, e para purificar a água, pode-se utilizar o cloro granulado e até mesmo Hipoclorito de sódio, comumente chamado de água sanitária.

      A água sanitária deve ser utilizada na proporção de 2,5% do volume de água ok?

      Qualquer dúvida, estamos à disposição!

  5. Pode me informar a diferença do hipoclorito de sódio x hipoclorito de cálcio x dicloro isocianureto de sódio??
    cloro o organico ou o inorganico?
    qual e mais viável economicamente?
    Obrigado

    • Olá Rogério! Muito boa tarde e obrigado pelo contato!

      A diferença entre estes três compostos é a seguinte: O Hipoclorito de sódio é o que conhecemos como “Água Sanitária”, ou cloro líquido. É muito instável e evapora muito rapidamente. Vale também ressaltar a dificuldade no manuseio e armazenamento.
      O Hipoclorito de cálcio é um pó que é muito usado no tratamento de piscinas aqui no Brasil. Ele não é estabilizado contra os raios do sol e é bem estável quimicamente.
      Já o Dicloro Isocianureto de Sódio é um outro composto clorado em pó, entretanto é estável e estabilizado, ou seja, tem proteção contra a degradação causada pelos raios solares.

      Se o cloro é orgânico ou inorgânico, para o tratamento de piscinas, pouca diferença faz. Porém, a título de informação, temos como orgânicos os cloros com compostos formados com a ligação de átomos de carbono e de hidrogênio, ou seja: Os dicloros e tricloros.
      Os inorgânicos são: Hipoclorito de sódio, hipoclorito de cálcio e etc…

      O que apresenta melhor custo benefício, (se atendo somente ao tratamento com produtos clorados) na minha opinião são os Dicloros / Tricloros pois além de estabilizados sao de fácil manuseio.

      Espero ter ajudado. Qualquer dúvida não deixe de perguntar ok? Grande abraço!

  6. Bom dia Rafael, estou com uma piscina com 520000 litros de água, não estamos conseguindo manter o cloro por muito tempo na piscina pois o sol aqui no nordeste e muito forte nesta época do ano, gostaria de saber se flutuadores podem ajudar a manter esse nível de cloro em valores aceitaveis, estou usando o Cloro HTH profissional, pois a piscina e muito frequentada apesar de ser em condominio fechado, o pH está na faixa de 7,6 a alcalinidade também está boa, somente o cloro está dando dor de cabeça. Outra pergunta e qual a melhor forma de limpar (tipo de escova) o fundo da piscina que tenha uma melhor eficiência.
    Obrigado
    Jorge

    • Olá Jorge! Fico feliz em receber seu contato!
      Se o cloro está acabando muito rápido, é interessante verificar o motivo. Se um dos motivos é o sol, é interessante verificar se este Cloro que está sendo usado é estabilizado, para que não se degrade com a ação dos raios solares.
      Os flutuadores podem sim ajudar na manutenção dos níveis de cloro, porém, para uma piscina deste tamanho é interessante utilizar um clorador automático, ou clorador em série. É colocado na tubulação de retorno da piscina.
      Com relação à escovação, minha dica é, além de escovar com escovas próprias para piscina, utilizar, para aspirar a piscina, carrinhos de aspiração que possuem cerdas. Esses modelos com cerdas além de aspirar eles ajudam a retirar impurezas mais “agarradas” do fundo da piscina.
      Bom, é isso, muito obrigado pelo contato e continuo aqui à disposição ok?

  7. Olá Rafael! Comprei uma piscina inflável de 3600 litros e gostaria se saber qual o cloro que posso utilizar. Filtros com cartuchos de papel são eficazes?

    • Adriana. Você pode escolher qualquer tipo de cloro, sem restrição! Porém, sugiro que utilize mini pastilhas, de 20g, de tricloro. Basta colocar em um flutuador para ter a piscina cristalina sempre.
      Com relação ao filtro, ele cumpre bem o seu papel para piscinas dessa magnitude ok?
      Grande abraço e feliz ano novo!

  8. O cloro estabilizado protege a água do mosquito da dengue? Desde já agradeço.

    • Olá Ana!
      Todo cloro protege a água contra a dengue. Basta ser utilizado de forma correta.
      Mantendo-se o residual de cloro sempre entre 1 e 3ppm, você não terá problemas com o mosquito da dengue ok?
      Grande abraço e feliz ano novo!

  9. israel cerqueira de souza

    Gostaria de saber qual a diferença do cloro USADO em Piscina e o cloro -granulado – usado em tratamento de água para beber. Posso usar o DICLORO ISOCIANURATO DE SÓDIO para água de berber. Qual o melhor CLORO PARA ESSE uso.

    • Olá Israel! Muito boa tarde!
      O cloro utilizado em piscinas é também utilizado para tratamento de água potável!
      Porém em quantidades diferentes…
      Para utilização de forma segura verifique com um químico profissional ok?
      Grande abraço e feliz ano novo!

  10. Ola Rafael,
    Como existe varias marcas de cloro no mercado, sejam organicos, inorganicos, estabilizados ou nao, qual criterio eu deveria avaliar ao comprar o cloro ? Sera que somente o teor de cloro ativo é suficiente para saber se determinada marca é melhor que outra? E os cloros multiplos (que alem de clorar, tambem tem clarificantes e produtos que evitam a formacao de algas, alguns sao ate mais baratos que somente o cloro). Outra pergunta, se eu colocar uma capa (nao termica, uma capa normal) isto evitaria da agua ficar verde pela falta de cloro ou eu teria de manter um clorador flutuante mesmo com a capa. ESta capa poderia ser usada mesmo no verao? Ou somente no inverno é recomendavel.

    • Olá Nelson! Obrigado pelo comentário.
      É interessante utilizar como principais critérios, o teor de cloro ativo e sua concentração, além da estabilização do cloro. A marca de fato faz pouca ou nenhuma diferença ok?
      Com relação à capa, é interessante sim sua utilização porém ela não evitará, na falta de cloro, que a piscina fique verde pois as algas estão sempre presentes na piscina.
      Para eliminar a necessidade de cloro, somente com a utilização de outros sistemas de desinfecção, como geração e transferência de ozônio, por exemplo…
      Poderá utilizar a capa sem problemas em qualquer época do ano!
      Espero ter ajudado. Qualquer dúvida estamos à disposição ok?

  11. Ola Rafael, grato pela resposta, mas com relação a capa, pensei que ela agisse como uma se fosse uma caixa d’agua.
    Por exemplo, vamos supor que eu fizesse uma super cloração (14 gr por m3) antes de colocar a capa.
    Neste caso, a agua estaria clorada e por estar coberta , não haveria a ação do sol e da chuva para desbalancea-la.
    Numa caixa dagua, por estar fechada e a agua estar clorada não forma algas, pelo menos por alguns meses, que é o que ocorre quando vou a minha cada da praia, ou seja, posso passar 3 meses sem usar a agua da caixa e ela não ficara verde.
    Um piscina coberta e tratada inicialmente como citei não ocorreria o mesmo?

    • O que acontece Nelson, é que dificilmente você vai conseguir fazer de sua piscina um ambiente estéril. Por mais que você adicione cloro e coloque a capa, sempre haverá a presença de algas!
      Entretanto isto não significa que não é válida a ideia de cobrir com a capa! Assim como na caixa d’água, cobrir a piscina reduz em mais de 90% a chance de infestação por algas, mas, com o tempo, acabará acontecendo.
      O tempo que dura a piscina limpa irá depender de como foi feito o processo de cloração e cobertura da piscina.
      Imagino que ela fique sim, clarinha por alguns meses, caso você faça desta maneira. Talvez dure até um ano, ou quase isso, mas, nada de garantias!

  12. Boa tarde!
    Qual o tratamento mais saudável para piscinas?
    Com cloro
    Ionização
    A base de sal

    • Olá Ed Carlos! Muito boa tarde e obrigado pelo contato!
      De longe, o tratamento mais saudável para piscinas, é a geração e transferência de ozônio!
      Em países desenvolvidos é o mais utilizado. Ao contrário do cloro, que agride os olhos e cabelos, o ozônio chega a tratar a pele e os cabelos dos banhistas. Definitivamente incrível! Escolhendo a marca certa, não terá problemas com relação ao tratamento de sua piscina jamais.
      Grande abraço e feliz ano novo para você!

  13. O eu entendi é que o cloro orgânico é uma propaganda mais ou enganosa enganosa! É isso?
    Obrigado pelo artigo, ajudou-me bastante.
    Pedro Miguel

    • Olá Predo Miguel! Muito boa tarde e obrigado pelo contato!
      Realmente, a publicidade haje pegando carona na “onda ecológicamente correta” em que estamos vivendo.
      De fato o cloro é uma elemento químico tóxico e que não deve ser tratado como algo “orgânico”, natural…
      Grande abraço e feliz ano novo, amigo!

  14. Ola,
    Gostaria de saber se posso utilizar o flutuador de cloro 5 em 1 e qual a dosagem para uma piscina de 3600lts.
    Se for usar um flutuador qual melhor cloro em tabletes e qual a quantidade em gramas que devo colocar e por quanto tempo.
    Esses cloros 5 em 1 funcionam?
    Muito obrigado

    • Olá Vinicius! Muito boa tarde e obrigado pelo contato!
      Pode sim! Porém, talvez as pastilhas grandes, de 200g, serão muito para este volume de água. Sendo assim, é melhor você utilizar as mini pastilhas, de apenas 20g, para ver se consegue um residual de cloro entre 1 e 3ppm.
      A dosagem não saberei te informar. Coloque uma pastilha de 20g e meça o residual. Caso ele caia demais coloque mais uma pastilha ok?
      Quanto aos cloros 5 em 1, funcionam sim, porém, como qualquer outro cloro. Isto é uma grande jogada de marketing, afinal de contas, nos 5 em 1 eles citam o trabalho do algicida, de um agente algistático e mais alguns outros papéis que, por natureza, o cloro já desempenha!
      Bom, espero ter ajudado. Qualquer dúvida continuo à disposição ok? Grande abraço!

  15. Bom dia Rafael!
    Olha, tenho uma piscina de fibra de de 8m de comprimento x 4 m de largura x 1.40 de profundidade e gostaria de saber como funciona a manutenção em termos de cuidados e manutenção da água livre de bactérias, algas, etc, Gostaria, de uma orientação para que eu mesma pudesse cuidar da água…ex : quais os produtos que devo usar e qual a quantidade de cada produto e quantas vezes por semana e como proceder quando usar os produtos, e outra coisa: em quanto tempo devemos limpar o filtro da piscina e em qto tempo devemos mudar a areia que auxilia a filtragem e como manter a alcalinidade, o ph e cloro diariamente sem cair, pois observo que qdo se usa a piscina com bastante frequência, tudo isso cai e a água fica desprotegida e aí ñ me sinto segura de deixar as crianças tomarem banho. Se possível me faça um cronograma e envie p o meu email, ficarei super agradecida.
    Obrigada! Aguardo resposta!

    • Olá Márcia! Muito bom dia e obrigado pelo contato!
      Todas estas informações, sem exceção, estão bem detalhadas em nosso site. Desde o intervalo entre trocas da areia do filtro até a maneira de controlar a alcalinidade e o pH.
      Por ser um assunto muito extenso, não conseguirei responder tudo num comentário, mas te indico os artigos que você precisará ler…

      Quanto à alcalinidade:
      Artigo 1
      Quanto ao pH:
      Artigo 2
      Quanto à areia do filtro:
      Artigo 3
      Se faltar alguma coisa, utilize o campo de busca, na lateral direita, de nosso site. Digitando as palavras chaves, por exemplo: alcalinidade, você encontrará facilmente o que precisa!
      Espero ter ajudado!
      Grande abraço e volte sempre!

  16. olá comprei uma piscina de 5000 litros. E gostaria que voce me orientasse de qual tipo de cloro (liquido, estabilizado, organico, inorganico ou a agua sanitaria) deve ser usado. E as quantidades diarias para se ter um boa agua de piscina todos os dias.

    • Olá Simone! Boa tarde!
      Quanto ao tipo de cloro depende muito. Varia de acordo com certas condições da piscina.
      Preferimos o cloro granulado estabilizado. A quantidade você vai colocar de acordo com o que você medir com o estojo teste. Meça, e se estiver abaixo de 2ppm, adicione mais.
      Qualquer coisa estou a disposição ok? Grande abraço e volte sempre!

  17. Olá! :) gostaria de saber qual o nome ou a marca de algum cloro que nao danifique os cabelos ou seja os deixe duros e ressecados, obrigada :)

    • Olá Beverly! Muito boa tarde e obrigado pelo contato!
      Infelizmente não tenho boas notícias! Um cloro que não resseque os cabelos definitivamente não é cloro!
      A maneira de manter sua piscina mais saudável e poder se preocupar menos com os cabelos é utilizando o tratamento com ozônio, que é excelente porém tem um custo consideravelmente elevado! É o tipo de tratamento que as piscinas olímpicas têm!
      Se não quiser gastar tanto, pode verificar a desinfecção UV, que não substitui o cloro porém consegue reduzir bastante sua necessidade ok?
      Grande abraço e volte sempre!

  18. Bom dia Rafael.
    Primeiramente quero te dar os parabéns pela excelência de tuas respostas, pois nos ajuda muito.
    Comprei uma de 8 x 4 que sera instalada no próximo mês. Pensei em colocar um ionizador ou clorador automático ou flutuador. Me deparou numa dúvida quando li que o ionizador dura uns 3 ou 4 anos, coisa que achava que durava mais. Fazendo uma media em termos de eficiência, custo e durabilidade qual seria o mais viável para essa minha piscina? Muito obrigado

    • Olá Everson!
      Para piscinas deste porte, indico a utilização do cloro juntamente com a desinfecção Ultra-Violeta!
      Verifique o valor do “Pool Clean”, da Sibrape, pois ele é excelente e certamente superará suas expectativas!
      Grande abraço e volte sempre!

  19. Olá Rafael, possuo uma piscina de 20 mil litros e eu mesmo faço sua manutenção, anteriormente eu utilizava o dicloro da hidrosan sem problemas, mas depois que passei a utilizar o cloro granulado tradicional hth, minha piscina sempre fica opaca e turva, verifiquei a validade do produto e estava em dia. Fiz um teste então com outra marca (qclor) e tudo se normalizou, a piscina ficou cristalina. Sempre ouvi dizer que a hth é uma das melhores marcas, o que pode ter havido?
    Lembrando que medi os parâmetros de alcalinidade, ph, ácido cianurico e estavam todos dentro dos padrões.
    Grato.

    • Olá Caio! Muito boa tarde e obrigado pelo contato!
      O que acontece é que o Dicloro da Hidrosan é um composto clorado que vem um ingrediente estabilizador, que impede sua rápida degradação pelos raios UV do sol. Trocando de produto, provavelmente escolheu um composto que não é estabilizado, ou seja, durará apenas alguns minutos na piscina, em situações de intensa radiação.
      Procure utilizar sempre cloro estabilizado e utilize este da HTH somente para clorações de choque/instantâneas.
      Espero ter ajudado. Qualquer dúvida estou à disposição ok?
      Grande abraço e volte sempre!

  20. Izabela de Nazaré

    Olá Rafael Lacerda, primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelos esclarecimentos mt bem formulados.
    Sou atual responsável técnica por uma piscina de 625 m3 de grande movimentação (é meu primeiro trabalho!). Conversei com o rapaz que vem cuidando da piscina e este utiliza apenas hipoclorito de cálcio granulado, aliado as pastilhas 3 em 1 no clorador flutuante (são 3 que ficam presos nas escadas da piscina) no tratamento químico desta. Ele me afirmou que faz o tratamento (físico + químico) dia sim, dia não, sendo que às segundas-feiras, após intensa utilização da piscina nos domingos, ele utiliza 10 kg de hipoclorito granulado no tratamento da água (3kg pela manhã e 7 kg pela parte da noite).
    A piscina é a céu aberto e é utilizada todos os dias com frequência variável de banhistas.
    Semana passada medi o ph/Cl livre da piscina 24 hrs após a cloração em pontos diferentes e constatei que não eram iguais os valores (o que é óbvio p/ mim), em uma parte o Cl livre estava 0,5 ppm e em outra (próximo aos cloradores) estava 10 ppm.
    Relatado isto, gostaria de dicas de como manter a piscina 24 hrs (ou o máximo que puder) com cloro livre entre 1-3 ppm ? dicas sobre o correto tratamento químico da minha piscina tbm serão bastante importantes e válidos por mim!
    Desde já te agradeço imensamente!

    • Olá Izabela! Obrigado! São comentários como o seu que nos fazem seguir! Obrigado mesmo!
      Bom, inicialmente, gostaria de indicar que não prendam os flutuadores nas escadas! Como você mesma pode perceber, o teor de cloro perto do flutuador é bem maior que em outras áreas da piscina, por isso o flutuador deve ficar solto. Além da possibilidade de danificar partes metálicas da escada da piscina…
      Eu recomendo um pequeno investimento para facilitar seu trabalho com esta piscina. Uma vez que é uma piscina de grandes dimensões, vale a instalação de “cloradores em linha” para diminuir a frequência de adição de cloro.
      Vale também, Izabela, escolher um método de desinfecção para auxiliar o cloro. Eu recomendo a utilização de geradores de ozônio (verifique a marca do equipamento pois existem diferenças gritantes entre elas!) ou de desinfecção ultra-violeta, como o Pool Clean da Sibrape, por exemplo. Verifique a possibilidade de utilizar um cloro estabilizado também. Ajudaria bastante uma vez que a piscina é coberta!
      Bom, até então é isso. Verifique nosso blog, temos bastante material que pode lhe auxiliar muito! E qualquer dúvida, não deixe de me enviar! Estou a disposição ok? Grande abraço e volte sempre!

      • Izabela de Nazaré

        Olá Rafael! Mais uma vez parabéns pelo site e mt obrigada pelos esclarecimentos, estes foram bastante importantes!
        Agora tenho outra dúvida (e a certeza que poderás me ajudar)… Investindo em dosadores de cloro automáticos instalados em série (ou paralelo) na linha de distribuição de água p/ piscina, eu ainda necessitarei utilizar a cloração auxiliar com hipoclorito de cálcio granulado?
        Estou com essa dúvida, pq nos dosadores os tabletes são estabilizados, tendo em sua composição tri-hidroxi-s-triazina ou ácido isocianúrico, diferente do hipoclorito de cálcio granulado…
        E mesmo com a utilização dos dosadores automáticos com pastilhas 3 (ou 5) em 1 os tratamentos auxiliares semanais ainda serão necessários?
        Desde já agradeço!

  21. Artur Ribeiro Gudwin

    Olá.
    Minha piscina está com 150ppm de ácido cianúrico.
    Na fita consta como imprópria para o uso, mas já verifiquei que a medida é bastante controvertida na literatura, sendo aceito até 200ppm na Inglaterra e 400ppm em alguns estados nos EUA.
    Vc saberia dizer quais os efeitos prejudiciais do ácido cianúrico nessa concentração?
    De qualquer forma gostaria de baixar a concentração do ácido cianúrico para 50ppm.
    Será que se eu passar a usar somente cloro não estabilizado conseguiria baixa a concentração do ácido cianúrico com o tempo? Qual seria o melhor cloro a ser utilizado?
    Existe algum meio de baixar a concentração do ácido cianúrico com adição de algum produto sem jogar a água fora?
    Valeria a pena eu trocar o meio de desinfecção da piscina para um que não utilizasse cloro? Isso é possível em qualquer piscina?
    Desde já agradeço no que você puder me ajudar!

    • Artur, o excesso de ácido cianúrico na piscina causa o que chamamos de “superestabilização”. Nestas condições, a eficácia do cloro é DRASTICAMENTE comprometida.
      Verifique a qualidade da água, caso não apareçam algas, e a cristalinidade da água não mude, não há com o que se preocupar, quer dizer que o cloro continua atuando satisfatoriamente.
      Para baixar a concentração de ácido cianúrico na piscina, basta passar a utilizar cloros não estabilziados, como o hipoclorito, por exemplo.
      Espero ter ajudado, grande abraço e volte sempre meu amigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos necessários estão marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>